ONU pede banda larga mundial para 2015

terça-feira, 25 de maio de 2010

SÃO PAULO - A União Internacional de Telecomunicações, UIT, lançou nesta terça-feira um relatório com a revisão dos progressos realizados para a criação de uma sociedade global de informação até 2015.
Segundo o relatório, o número de usuários de internet mais do que dobrou desde 2003. Porém ainda está longe do ideal. De acordo com a UIT, 75% das residências possuem televisão e apenas 25% tem internet.
O texto cita a importância de investimento no acesso público à internet e à conexão rápida. No México, por exemplo, quase 40% das 7 mil bibliotecas públicas oferecem o serviço.
O documento, apresentado na Conferência Mundial de Desenvolvimento das Telecomunicações, que acontece em Hyderabad, na Índia, mostra crescimento e evolução na área de tecnologia celular móvel.

Segundo o secretário-geral da UIT, Hamadoun Touré, hoje quase 90% da população global está coberta por uma rede celular móvel, incluindo áreas rurais e remotas.
A agência da ONU afirma que, em muitos países em desenvolvimento, linhas de telefone fixas são limitadas aos centros urbanos. Por outro lado, mais da metade das famílias rurais tem celular.
Apesar dos avanços, o documento conclui que grandes esforços serão necessários nos países em desenvolvimento para alcançar os objetivos e metas até 2015, como a ampliação do conteúdo online e aplicativos.
O compromisso foi acordado entre governos durante a Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação, realizada em Genebra em 2003 e em Túnis em 2005.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Twitte News | by TNB ©2010